Um gordo que não desistiu: Dioni Miura

Um gordo que não desistiu

Um gordo que não desistiu: Conheça a história de Dioni Miura

Olá amigos, “Um gordo que não desistiu”, essa é minha história com a obesidade começa no meu nascimento, vim ao mundo com quase 5 kilos, e com os anos as coisas só pioraram.

Quando tinha 10 anos pesava 100 kilos, porém isso não me atrapalhava sempre fui um apaixonado por esportes e na escola era fã da educação física e assim fui levando a vida, veio a adolescência, fiz 18 anos, namorei, noivei, casei e fui pai sempre gordo, mas muito ativo.

Descobri o mundo da bike em 2015 por indicação de um grande amigo, André Carvalho, e comecei a pedalar para melhorar a saúde.

Só que as coisas começaram a ficar ruim, nesta época estava com 31 anos e o corpo começava a cobrar os anos de obesidade, joelhos com desgaste, 2 hérnias de disco na lombar, pressão alta, colesterol e triglicérides começando a subir vertiginosamente e alto estima cada vez mais baixa.

Mas quando pedalava esquecia de todos os problemas da vida e assim ia tocando, foi quando em 2018 cheguei ao auge do meu peso 149 kilos.

Mesmo com tudo isso comecei a participar de algumas competições, mas estava ficando cada vez mais difícil treinar, resolvi que não podia ficar assim, muitas pessoas dependem de mim e se continuasse nesse ritmo teria uma vida muito curta.

E o ciclismo continuava sendo minha válvula de escape, que me relaxava e quando via meus amigos nos pódios nas competições isso mexia comigo, sonhava em subir naquele banquinho kkkkkkkk, decidi que ia correr atrás desse sonho e comecei a correr atrás do processo da bariátrica.

Com muito medo e muitas expectativas, afinal foram 20 anos de tratamento com nutricionista, endocrinologista, dietas das mais variadas, Herbalife, exercícios e nada deu resultados.

A Cirurgia

Como diziam alguns bariátricos se der medo, vai com medo mesmo e assim fui, entrei na sala de cirurgia às 8:00 do dia 01/08/2018, minha esposa um anjo que Deus me deu de presente esteve presente em todos os momentos.

Na tarde daquele dia voltava da anestesia, tudo correu perfeitamente bem e agora era começar uma nova vida e aqui deixo beeeeeem claro NÃO É FÁCIL A BARIÁTRICA NÃO FAZ MILAGRE, é uma ferramenta poderosa, mas depende 100% da sua cabeça para ter sucesso.

Depois de 15 dias o médico me liberava para fazer exercícios e adivinha qual eu escolhi? Simmmmmm minha magrela de 2 rodas e não parei mais.

Hoje depois de 10 meses de operado estou com 103 kilos, meta médica batida, operei com 146 kilos e desde o início do ano estou competindo na categoria dupla Sport mista com uma parceira incrível, Rafaela Mira, e em 4 provas subimos em 4 pódios, aquele sonho enfim se torna realidade, neste último final de semana 26/05 conseguimos a primeira vitória, o primeiro lugar em uma corrida, uma emoção que até agora me emociona.

Com –43 kilos não sou mais hipertenso, exames clínicos perfeitos, dores praticamente sumindo e digo com toda a certeza do mundo, A BIKE SALVOU MINHA VIDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Whatsapp
Precisando de ajuda?
Opa! Tudo bem? Aqui quem fala é o Cezar, em que posso te ajudar hoje?